ESTADO PERDOA DÍVIDA MILIONÁRIA





A Parvalorem, empresa pública que faz a gestão dos ativos tóxicos do BPN, perdoou uma dívida de 37,5 milhões de euros à Monte da Quinta Propriedades, sociedade detentora de um hotel com 132 quartos e de sete moradias de luxo na Quinta do Lago, Algarve. A dívida foi perdoada no âmbito da alienação da Monte da Quinta a um investidor estrangeiro em abril deste ano. A venda rendeu à Parvalorem 2,5 milhões de euros.
Com uma dívida bancária de 62 milhões de euros, a Monte da Quinta estava tecnicamente falida. E, segundo a Parvalorem, “sem capacidade de reembolso ” da dívida de 37,5 milhões. A proposta de aquisição selecionada assumiu a responsabilidade dívida da Monte da Quinta ao BCP, de 24,5 milhões de euros, mas não da dívida à Parvalorem.
Esta alega que “nas contas da empresa, já se encontrava provisionado/com imparidades a quase totalidade do crédito [de 37,5 milhões de euros]. E frisa que, “face à iminente falência da empresa Monte da Quinta, e não havendo garantia hipotecária sobre o hotel, foi um resultado que deverá ser imputado a recuperação e não aperdas”.


Mais Notícias


Viseu, PT
[email protected]
  +351 232 440 069
  +351 918 242 937
  Rua Silva Gaio, Nº 31-1A
3500-203, Viseu

Braga, PT
  Av. da Liberdade, 615, 1º, 233, 4710-251, Braga
Lisboa, PT
  Avenida da Liberdade 110,
1269-046

São Paulo, BR
  Praça Franklin Delano Roosevelt, 200, 6º andar,
01303-020,

insol insol_europa apaj airv ibpolitik ue compete iefp pagpont livroreclamacoes





Copyright © 2020 MMT